Exames Pré- Nupciais -Parte 2

Antes de casar, de realizar o sonho da sua vida, é importante cuidar-se para que no futuro problemas “surpresas” não apareçam e estraguem a sua festa!
O post de hoje vamos ler um pouquinho sobre a importância desses exames, a reportagem foi extraída do site M de mulher.
Vale a pena ler e chamar o noivo para ler juntinho!

Saiba que hoje o grupo que mais procura por eles é o das solteiras, sexualmente ativas e sem planos a curto prazo de aumentar a prole. É o seu perfil? Essa preocupação faz sentido, uma vez que a maioria de nós, mulheres, adotou a prevenção como palavra de ordem quando o assunto é saúde. Quer um exemplo? Pense em quantos parceiros sexuais teve nos últimos três anos. E quantas mulheres, além de você, eles levaram para a cama? Dependendo das respostas, corre mais ou menos risco de contrair uma doença sexualmente transmissível (DST), e elas são detectadas nos exames pré-nupciais. Não por acaso, ginecologistas e laboratórios constataram que cada vez mais mulheres incorporam à rotina anual esses cuidados para tratar uma infecção assim que ela aparecer ou quando começam um novo relacionamento – o que é uma ótima oportunidade para fazer um checkup no namorado.
Um terceiro motivo é a tendência de jogar a gravidez para a frente. Essa investigação ajuda o médico a avaliar a quantas anda a sua fertilidade e a indicar por quantos anos pode adiar o sonho de ser mãe. Há ainda esta razão: aplacar uma preocupação das mulheres quando se apaixonam, a de que terão um bebê normal. “Os exames permitem que o casal seja preparado para uma gestação saudável”, afirma o ginecologista Marco Antônio Lenci, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. “Ou seja, podemos fazer o diagnóstico precoce, o tratamento e até a prevenção de  doenças.”
Já para o laboratório
Verdade que a lista de exames é grande, principalmente para nós, da ala feminina. Alguns deles, no entanto, só são pedidos quando existe indicação específica, como a presença de uma doença na família, hábitos de vida comprometedores ou o desejo de ter filhos rapidamente. Também vale lembrar que apenas os mais simples e usuais costumam ser pagos pelos convênios médicos, salvo exceções. A seguir, levantamos os principais recomendados pelo dr. Lenci e pelo urologista Rafael Castilho Jacob, da Sociedade Brasileira de Urologia.

Quer saber quais exames serão pedidos? Leia o post abaixo desse e fique por dentro!

Exames Pré-Nupciais

Antes de casar, de realizar o sonho da sua vida, é importante cuidar-se para que no futuro problemas “surpresas” não apareçam e estraguem a sua festa! Confira as dicas extraídas do site Minha Vida e comece essa nova etapa de maneira saudável.
Esse post será dividido em duas partes, hoje veremos alguns exames que são pedidos, geralmente, para o casal, a noiva e o noivo. 
Não deixe de ler o post sobre a “Dieta da Noiva”, clique aqui e fique por dentro!
Boa leitura, não esqueça de comentar!



Exames para o casal 

Tanto o homem como a mulher deve colher exames de sangue para avaliar doenças infecciosas sexualmente transmissíveis, como hepatite B e C, sífilis, AIDS, e outras doenças como toxoplasmose, rubéola, citomegalovírus que podem ser prejudiciais se contraídas durante a gestação para o bebê. 

Além disso, é preciso fazer o exame de tipagem sanguínea, dosagem do açúcar no sangue para detecção de diabetes, hemograma completo para ver uma possível anemia, colesterol e dosagens hormonais para avaliar a função ovariana e a ovulação em alguns casos podem ser indicadas. 

Os casais que não pretendem engravidar imediatamente devem discutir o uso do preservativo para prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Essa questão lida com aspectos relacionados à confiança e respeito mútuo do casal e deverá ser discutido por cada casal. Mas é função da médica ginecologista sugerir o uso e alertar sobre os riscos das DST. 

O chamado aconselhamento genético, que é um acompanhamento pelo geneticista com uma equipe multidisciplinar é importantíssimo para casais principalmente se a mulher tem mais de 35 anos e/ ou se na família há história de familiares que nasceram com síndrome de Down, defeitos de tubo neural entre outras. Se o casamento é entre primos, se existem familiares com deficiências intelectuais, defeitos congênitos, entre outras situações, o aconselhamento genético pode ser indicado.  


Mulheres 

A avaliação pré-nupcial inclui uma consulta com sua ginecologista e, quem sabe, futura obstetra. Ela fará uma avaliação através da história clínica da noiva, buscando prováveis fatores de risco para uma gestação como hipertensão arterial, diabetes, problemas de tireoide. Além disso, uma ginecologista pode encontrar outros problemas de saúde e, se achar necessário, encaminhar para outro especialista.

Também nesse momento, aproveitamos para discutir quando e se o casal pretende engravidar. Esse aspecto é importante para fornecer orientação sobre métodos anticoncepcionais ou orientações pré-natais, como o uso de ácido fólico para prevenir má formação do tubo neural do bebê e o esclarecimento sobre os fatores de risco na gravidez (tabagismo e histórico de trombose). 
No caso, principalmente de mulheres virgens, é importante tirar dúvidas sobre a relação sexual em si, para que ela possa aproveitar o máximo possível a noite de núpcias. 

Além disso, orientações sobre doenças sexualmente transmissíveis devem ser dadas. Explicação sobre o que cada uma delas pode causar, como é feita a prevenção e quais os sintomas podem ser um sinal de alerta são importantes para quem ainda não teve relações sexuais. 

A prevenção do câncer de colo do útero através do exame de Papanicolau deverá ser realizada nas pacientes que não são virgens, além de uma ultrassonografia transvaginal. Para as virgens pode ser realizada a ultrassonografia pélvica por via abdominal. Esse exame é capaz de avaliar o útero e os ovários, mostrando informações sobre possíveis cistos nos ovários ou miomas que podem atrapalhar uma futura gravidez. As pacientes virgens devem, depois de iniciada a vida sexual, retornar ao ginecologista para realizar o exame Papanicolau. 

Os testes de fertilidade podem ser realizados em mulheres com mais de 35 anos, porque com a idade a fertilidade da mulher diminui. Deve também ser realizado naquelas que já sabem que tem doenças que podem causar infertilidade como a endometriose por exemplo. 
Homens 

No caso do homem, os exames de sangue são os mesmos da mulher, acrescidos de um espermograma. Esse exame é muito importante, já que é por meio dele que é possível saber se o homem é fértil ou não.

Essa avaliação é fundamental para cuidar precocemente de problemas que possam atrapalhar o relacionamento do casal e as chances de se obter gravidez de uma maneira tranquila, saudável e planejada.

Boa leitura! 

Dicas

Hola meninas!

Não sou muito de seguir moda, tendência e blábláblá, mais queria contar que eu descobri os lenços. Passeando com minha mãe e minha vó encontrei alguns peruanos/chilenos que vendem todo tipo de coisa na calçada, sempre passava por eles e olhava os lenços que vendiam e nunca tive coragem de perguntar o preço, nesse dia eu perguntei e pasmem! Lindos lenços por 15,00, pirei! E comprei um!

reparem na minha máquina de lavar! hehee

Então, hoje resolvi separar algumas inspirações para usar os lenços, espero que gostem e boa sexta!

Dicas pra quem quer economizar no casamento

O mercado de casamentos movimenta mais de R$ 10 bilhões por ano no Brasil. Nesse contexto, muitos noivos querem economizar para concretizar a união, entretanto, não abrem mão de fazer tudo o que sempre pensaram para o ‘dia do sim’. 
Li o parágrafo acima lá no G1.com, esses dias e fiquei pensando como posso ajudar vcs neste dia tão especial:

Dica1: Fazer a cerimônia e a festa no mesmo lugar, uma coisa é certa, é economia! No meu caso, por exemplo, resolvemos fazer os dois juntos por diversos fatores, a questão de deslocamento dos convidados, dos familiares, a proximidade do salão com a nossa futura da casa e o preço, principalmente o preço veio a calhar nas nossas buscas.


Dica2: Em vez de servir diversos salgados+jantar+mesas de frio+coquetel+bolo+docinho+chocolate+ (…), que tal escolher um ou alguns? Fazer um casamento com salgadinhos, coquetel, o bolo que não pode faltar e alguns docinhos OU um jantar com uma entrada de canapés, a parte do bolo e docinhos, que não podem faltar e na saída um chá com deliciosos biscoitos amanteigados. Formas de montar um cardápio é que não faltam, basta a noiva usar o bom senso, um jantar com massas sai mais barato do que fritar milhares de salgadinhos. Vale pesquisar e encher seu caderninho de cartões e orçamentos!

Dica3: Escolha flores da estação, já falei aqui no blog sobre as flores de cada estação, clique conferida!


Dica4: Alugue o máximo que puder! Pesquise com muito tempo de antecedência para encontrar tudo mais barato. Evite gastar com elementos que você não irá utilizar depois. Alugue tudo o que puder.

Dica5: Evite escolher os meses de março, setembro, maio e dezembro para o casamento. Escolha muito bem a data de seu casamento para não coincidir com algum evento importante ou feriado.



E a melhor dica de todas! Aproveite esse final de semana para relaxar e curtir o noivo!

Beijos,

Este texto eu escrevi, foi retirado de minha própria cabecinha, se quiser copiar pode, mas dê os devidos créditos, ok!

Ideias para o dia dos noivorados

Como será seu dia dos noivorados?

Separei algumas dicas de DYU bem interessante para presentear ou até mesmo enfeitar um local da casa para comemorar a data. O legal é fazer um almoço ou um jantar especial para o noivo, visto que nossa condição financeira não é das melhores, com todo o preparativo do casamento, mas importante é que a data não passe desapercebida por você e nem por ele. Não precisa de um presente, mas a mera lembrança, um beijo dado diferente pode ser mais importante do que o próprio presente:

Retalhos de papel, revistas usadas, aqueles encartes de lojinhas

adorei a ideia com o clip

giz de cera picadinho com um pouquinho de água colocando na forminha de gelo, espera um instantinho e desenforme

cartolina + grampeador… 

Uma linda guirlanda para o dia dos namorados

Bom fim de semana.

Como a madrinha de casamento deve se vestir?

Receber um convite para madrinha de casamento seja por uma amiga ou alguém da família, é uma demonstração de carinho e consideração por parte dos noivos. Por isso nos sentimos quase que na obrigação de retribuir pela preferência. Portanto surgem algumas leves preocupações para “não fazer feio” num momento tão importante e inesquecível na vida da amiga. A primeira coisa que pensamos é no presente, e como somos convidados especiais, o presente dos padrinhos também tem que ser especial. Conheço algumas noivas que lembram o que ganhou de cada convidado.

Outra preocupação que temos é em relação ao traje a ser usado na cerimônia. As madrinhas sempre têm
que estar com um excelente visual, melhor que o visual mais que as convidadas, afinal de contas, ela estará ao lado dos noivos e saíra na maioria das fotos.
Os padrinhos não têm tanto com que se preocuparem, já que dependendo do traje do noivo, poderá usar fraque ou terno, atentando apenas para as cores que jamais devem ser claras para não serem confundidos com o noivo. Já as madrinhas, assim como a noiva que cuida de todos os detalhes dos preparativos para seu casório, devem seguir algumas regras para conquistar seu espaço no altar com um traje especial.

Para escolher o traje ideal é preciso levar em consideração o tipo de festa (religião), o horário e o local da cerimônia, a estação do ano para tentar adivinhar o clima e que tipo de vestimenta mais combina com seu estilo e tipo físico. Cuidado com o decote, as fendas e a transparência, afinal de contas é um evento solene e respeito é bom.
Uma opção é seguir as orientações e o gosto da noiva e conversar com as outras madrinhas para chegarem a um consenso de modelo, comprimento e cor dos vestidos, geralmente a noiva deixará a critério de cada madrinha o que melhor lhe convém. Só lembrando que a tradição de não usar preto, marrom, branco ou tons claros que se assemelham ao vestido da noiva, continuam valendo.

Casamentos realizados pela manhã pedem vestidos de tecidos leves como o crepe e de cores pastéis como o azul-claro, salmão, verde-piscina, lilás ou rosa. Chapéu não é mais usado, a não ser que seja uma cerimônia muito requintada e todas as madrinhas decidam usar. A maquiagem deve ser suave e o brilho deve ser evitado. As bijuterias estão liberadas, mas sem exageros, uma opção são as pérolas. As sandálias devem ter saltos médios e mais grossos, evitando os modelos muito abertos, um channel fica perfeito.

Já os casórios de final de tarde são os mais difíceis para compor o visual. Vale seguir as regras dos casamentos matinais. Pense assim: Café da manhã = Chá da tarde. Mas já é permitido usar cores mais intensas, como vinho, bordeaux, verde musgo, uva, azul Royal, etc. O comprimento dos vestidos pode ser longo com bordados e brilho discreto, afinal de contas a festa adentrará a noite e ninguém precisa ficar apagada. Os sapatos devem seguir as tonalidades dos vestidos sem brilhos e cuidado com o exagero de maquiagem.

As cerimônias realizadas à noite pedem trajes mais formais com requinte e glamour, o brilho da prata, do dourado e cores mais intensas. Mas cuidado, todo o brilho da noite deve ser da noiva e é comum vermos exageros que depois rendem muitas ‘conversas’ durante e depois da festa. Os tecidos devem ter brilho próprio ou aposte nos acessórios mais chamativos, usando sempre o bom senso, principalmente na maquiagem. E lembre-se do lance do clima, pois não adianta nada usar um vestido lindo e ficar tremendo de frio no altar, não ficará elegante. Um modelo bem cotado é o tomara-que-caia, que pode ser usado com um bolero, echarpe ou xale, para “tampar” o decote. Caso o clima esquente, pode ser retirado.

RESUMO DA ÓPERA – GUIA PRÁTICO

No caso das cerimônias informais, podendo ser pela manhã ou à noite, não existe muita pompa e são muito comuns hoje em dia.

Use:
• Vestidos de festa simples com comprimentos no ou abaixo do joelho, mesmo quando a moda das saias andarem curtas;
• Tailleurs, chemisier, vestido e casaco ou conjunto de duas peças;
• Tecidos foscos, mas de qualidade como o linho, crepe, seda, microfibra, lãs ou veludos sem brilho (algodão);
• A roupa pode ter tonalidades combinadas, ser de um único tom, ter estampa discreta, cores vivas ou sóbrias;
• Antes das 18h, arranjos, enfeites e chapéus de aba discretos podem ser usados, mas caprichar no penteado já é suficiente;
• Sapatos e bolsas de couro, peles e luvas no inverno e bijuterias ou jóias foscas, como as pérolas, complementam o visual;

Não pode:
• Tecidos de festa como brocados, transparentes, bordados com brilho, veludo, seda, tafetá;
• Sapatos e chapéus forrados de tecido, tamancos, babuches, luvas compridas, detalhes de voilete ou strass ;
• Evite tons claros, aliás, branco e cru são proibidos;

Existem as cerimônias que requer um toque a mais de classe, conhecidas como semi-formais.

Use:
• Vestido ou tailleur comprimento Chanel ou longo moda (sapato à mostra);
• modelo justo, drapeados, plisse, rodados ou tubos com bordados em tecidos como seda, crepe, organza, georgete, musselina, rendas, tafetá, microfibras, veludo ou tecidos com acabamento de brilho;
• sapatos de tecido ou couro de salto alto e carteiras ou bolsas pequenas no tom ou materiais dos sapatos ou contrastando nas cores;
• Chapéus com abas são permitidos até às 18:00, sendo permitidos alguns adereços como jóia de ouro com pérolas e pedras preciosas ou bijuterias finas;

Não pode:
• Trajes em cores claras ou metalizadas brilhantes (ouro/prata);
• Padronagens ou estampas exageradas;
• Tecidos como algodão ou linho;
• Luvas acetinadas e compridas;
• Bolsas extravagantes;

Agora existem as cerimônias que já prometem quando recebemos o convite, onde informa que o traje é social completo. São as formais, então dá pra ter uma idéia que não dá pra inventar muito e que é preciso seguir as tradições.

Use:
• Vestido ou tailleur longo gala (cobrindo o sapato) ou semi-longo;
• Modelos sóbrios com decotes discretos e mangas longas em tecidos de festa como cetim, tafetá, seda pura, georgete, renda, veludos, microfibras ou adamascados. Cores entre os tons pastel ou primárias;
• Bordados com motivos em fio metálico, pedras e lantejoulas;
• Arranjos (opcionais) para a cabeça em flores artificiais em seda; penas, plumas, casquete bordado ou pequeno toque com voilete cobrindo o rosto;
• Luvas opcionais nos modelos sem mangas
• Sapatos sociais em tecido, napa metalizada ou couro liso;
• Bolsa pequena sofisticada e jóia (ou bijuterias) em harmonia com a roupa;

Não pode:
• Roupas inadequadas para festa;
• Acessórios esportivos com roupa sofisticada
• Bordados, transparências, decotes ou detalhes exagerados;
• Tons claros como bege, pérola, marfim ou cores que possam disputar com a roupa da noiva;

O importante é se sentir bem, ficar à vontade para conhecer pessoas, encontrar os familiares e amigos. Aproveite a festa!!!

(retirado: http://www.combinandinho.com.br/2007/09/22/o-dilema-madrinha-de-casamento/)