Tradução do vídeo de sábado

Meninas, ainda estou muito triste com o noivo.
Quando eu colocar o pensamento em ordem dentro da caixola-e ele responder o email-eu conto tudo pra vcs.

Lembra do vídeo de sábado? Pois bem, eis a tradução:
Ela em inglês:

Irene Cara – What A Feeling

First when there’s nothing

but a slow glowing dream

that your fear seems to hide

deep inside your mind.

All alone I have cried

silent tears full of pride

in a world made of steel,

made of stone.

Well, I hear the music,

close my eyes, feel the rhythm,

wrap around, take a hold

of my heart.

What a feeling.

Bein’s believin’.

I can have it all, now I’m dancing for my life.

Take your passion

and make it happen.

Pictures come alive, you can dance right through your life.

Now I hear the music,

close my eyes, I am rhythm.

In a flash it takes hold

of my heart.

What a feeling.

Bein’s believin’.

I can have it all, now I’m dancing for my life.

Take your passion

and make it happen.

Pictures come alive, now I’m dancing through my life.

What a feeling.

What a feeling I AM MUSIC NOW

Bein’s believin’. I AM RHYTHM NOW

Pictures come alive, you can dance right through your life.

What a feeling. YOU CAN REALLY HAVE IT ALL

What a feeling. PICTURES COME ALIVE WHEN I CALL

I can have it all I CAN REALLY HAVE IT ALL

Have it all PICTURES COME ALIVE WHEN I CALL

CALL CALL CALL CALL WHAT A FEELING

I can have it all BEIN’S BELIEVIN

Bein’s believin’ TAKE YOUR PASSION

MAKE IT HAPPEN

make it happen WHAT A FEELING

what a feeling BEIN’S BELIEVIN’ (fade)

________________________________________________________________________________________________

Agora a tradução: (chorei)

Primeiro, quando não há nada
Apenas um sonho lento brilhando
Que o seu medo parece esconder
Bem lá no fundo de sua mente
Completamente só eu chorei
Lágrimas silenciosas cheias de orgulho
Em um mundo feito de aço,
Feito de pedra

Bem, eu ouço a música
Fecho meus olhos, sinto o rítmo
Me arrumo, e controlo
meu coração

Que sentimento,
Ficar acreditando
Eu posso ter tudo, agora estou dançando pela minha vida.

Pegue sua paixão
e faça isso acontecer
Figuras ganham vida, você pode dançar sua vida inteira.

Agora eu ouço a música
Fecho meus olhos, eu sou o rítmo
E de repente, ela toma conta
de meu coração.

Que sentimento
Ficar acreditando
Eu posso ter tudo, agora estou dancaçando pela minha vida.

Pegue sua paixão
e faça isso acontecer
Figuras ganham vida, agora eu estou dançando por toda minha vida

Que sentimento
Que sentimento EU SOU A MÚSICA AGORA
Ficar acreditando. EU SOU O RÍTMO AGORA
Figuras ganham vida, você pode dançar sua vida inteira.
Que sentimento. VOCÊ PODE REALMENTE TER TUDO ISSO
Que sentimento. FIGURAS GANHAM VIDA QUANDO EU CHAMO
Eu posso ter tudo isso. EU REALMENTE POSSO TER TUDO ISSO.
Ter tudo isso. FIGURAS GANHAM VIDA QUNDO EU CHAMO
CHAMO CHAMO CHAMO CHAMO QUE SENTIMENTO
Eu posso ter tudo isso. FICAR ACREDITANDO
Ficar areditando. PEGUE SUA PAIXÃO
FAÇA ISSO ACONTECER
Faça isso acontecer. QUE SENTIMENTO
Que sentimento FICAR ACREDITANDO
_______________________________________________________________________________________________

Pra pensar!!!

“Quero me casar com você porque é a primeira pessoa que quero ver ao acordar pela manhã e a única que quero dar um beijo de boa noite. Porque a primeira vez que vi essas mãos não pude imaginar não poder segurá-las. Mas principalmente, porque quando se ama alguém como eu te amo, casar é a única coisa a fazer.” – William Hayes em Três Vezes Amor

DICAS, SEM ELAS VOCÊ NÃO VIVE…

Casamento é um desafio. É uma relação de duas pessoas diferentes. Diferentes quanto ao temperamento, famílias de origem com suas características diferentes, diferentes quanto a determinados gostos, etc. Parece ser importante haver o seguinte, para um casamento seguir bem:

■Respeito
■Confiança
■Paciência
■Lealdade
■Honestidade
■Comunicação
■Manutenção da individualidade (um não anular a sua pessoa para agradar o outro)
■Descontração
■Sexualidade de comum acordo
■Lazer
■Espiritualidade
Quando surgm brigas (e em todos os casamentos surgir brigas vez ou outra é normal) que geram raiva, é importante aprender a lidar corretamente com ela. Se você a suprime, ou seja, joga-a para dentro de si mesma, você adoece. Se transfere, por exemplo, para os filhos, isso causará lesões psicológicas neles e piorará. Um caminho é dirigir a raiva para o objeto, para o fato e não para a pessoa. Exemplo: se seu marido fez algo que a desgostou, ao invés de lhe dizer “Você é um desastrado!”, o que estará atacando a pessoa dele, você pode dizer-lhe: “Quando você teve aquela atitude (atitude qual), fiquei me sentindo muito triste e desanimada, porque pareceu-me que você não ligou para a família.” Veja que nesse exemplo você está desabafando, está falando daquilo que não deve ser jogado para dentro de si, mas não está atacando a pessoa. Desse modo sua raiva pode ser expressada sem ferir o outro e, por isso, pode ser aceita, tanto por você quanto pela outra pessoa.

Quando surgem brigas num casamento, sempre é bom lembrar que há as brigas produtivas e as improdutivas. Aquelas que são improdutivas nunca levam a conclusão alguma. Ambos terminam se agredindo, verbal e/ou fisicamente, não se consegue ouvir de verdade o que o outro tem a dizer. Ao passo que numa briga construtiva, quando ela termina, há alguma conclusão prática, por exemplo: o marido decide que irá pegar as crianças na escola, a mulher irá fazer as compras, irão dividir o orçamento do casal de maneira mais equilibrada, etc. Há acordos feitos após os momentos de tensão. E são acordos bons para todos. Não há desespero, nem ataques pessoais.

Fonte: br.geocities.com/carlos2_br/lidando.htmle