Oien!!

Olá,
Cheias de confetes e serpentinas nos cabelos?

Meu carnaval está sendo para arrumar o meu casamento, hoje vimos os papéis que usaremos no chá e no casório, alias, eu to devendo um PAP sobre as nossas latinhas mint to be, né? calma que logo, logo posto aqui.

Mas, hj eu vim falar outra coisa.
Apesar de quase não comentar nos blogs que aparecem no seu lado direito aqui no blog, eu sempre os leio – tá vou mudar isso, hein… nem pra dizer oi, vou comentar… podem me cobrar!, e eu fico muito curiosa com as histórias dos casais que passam por aqui, e fico muito emocionada, choro, xingo e rio com as histórias de vocês.
Não quantas já leram a minha história, mas como estou boazinha, não vou fazer minhas queridas amigas virtuais percorrerem páginas a fio e vou contar de maneira reduzida a minha história.

Minha família e a família de Cristiano pertencíamos a mesma igreja, sou 3 anos mais nova que ele, e enquanto ele estava entrando na adolescência, eu era apenas a menina com cabelinho de tampinha de xampu, sabe até o pescoço? Ah me vestiam como uma mini-adulta.
E eu observa aquele menino moreno que tinha aterrizado lá na igreja, todas as meninas ficavam perto dele e eu nem era percebida. Mas os anos passaram, tive as minhas paquerinhas que está no limbo das minhas emoções, esquecidos e enterrados… E ele, ah… ele pegou geral LITERALMENTE. Mas foi quando a minha amiga na época namorou ele e depois pintou o menino como um demônio que fui realmente reparar nele… E eu acho que foi por querer namorar ele que ela nunca mais falou comigo.

Foi em 2005 que fui estudar com ele que comecei a reparar mais um pouquinho nele e me mostrar como menina e não como aquele garotinha que brincava pela igreja… nos enrolamos com outras pessoas, eu quase matei ele, até que em dezembro de 2005 ele me convidou para o cinema CONVIDOU NA FRENTE DOS MEUS PAIS!!! Orei tanto gente! Foram dois anos pedindo um namorado e Deus me deu logo quem eu queria!!!
E fomos, não rolou nada, só uma seguradinha na mão, oh dó… depois disso 06/01/2006 começamos a namorar… aquele rolo infantil sabe, cheio de inseguranças que levou ao término em 15/08/2008.
Como eu chorei… jurei ele de morte e do meu pior gelo, e foi isso que aconteceu. Me envolvi com as atividades teatrais do colégio, conheci outras pessoas e bem… o gelo não consegui dar porque sempre os nossos olhares se encontravam, sério! parece meio poético, mais foi isso que aconteceu, e com ele era a mesma coisa.
Ficamos na casa dele, ele bem saidinho me agarrando e me beijando adoro quando isso acontece e no dia 26/01/2007 voltamos, firme e fortes, passamos por crises loucas e quase término em 2009, na semana do niver dele, e foi por minha culpa, minha cabeça não estava muito boa e aconteceram algumas coisas que me fizeram pensar terminar.
O pedido de noivado foi o mais estranho, por minha culpa. Não me lembro a data certa, só sei que foi em 2009, perto de um cinema do shopping que ele me perguntou? “Quando é que a gente vai ficar noivo”? Menina! Sai louca e desvairada e me enfiei dentro da Lojas Americanas derrubando a prateleira de chocolate, não sabia se ria ou se chorava, todo mundo olhava pra mim como se eu fosse louca, não acreditava que ele queria casar comigo e soltei um dia qualquer 06/01/2010 e não nesse dia :/ porque ele estava trabalhando, foi no sábado dia 09/01/2010, lindo, lindo e lindo!!! Foi a primeira vez que vi meu noivo como o homem que pedi a Deus lá atrás, ninguém dava nada pela gente e agora vamos nos casar…

Sabe, depois de relembrar a minha pequena história fiquei pensando que Deus nos dá aquilo pedimos sem muito especificar sabe? e nos dá no jeitinho que queremos e ainda muito melhor!!!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Oien!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s